Romaria da Festa da Penha, por Vitor Nogueira.

Segundo o escritor Guilherme Santos Neves (História Popular do Convento da Penha/2008), “pode-se dizer que desde a entronização da Imagem de Nossa Senhora no alto da Penha - aquela Santa Imagem que aqui nos chegou para a primeira Festa da Penha em 1570 - desde essa recuada época se iniciou a longa e infindável peregrinação de romeiros e devotos que subiam e sobem até ao Santuário, para render graças à Virgem da Penha, cumprir ou pagar promessas e invocar o santo poder de sua proteção, do seu socorro pio e maternal. Na carta que Anchieta escreveu em 1584 há referência expressa a romarias à Penha.”

A Festa da Penha completa 450 anos em 2020. A romaria parte da Catedral de Vitória em direção à Vila Velha, onde está o Convento da Penha, percorrendo 14 quilômetros. São 62 anos de história.



Vitor Nogueira é Jornalista e fotógrafo, realizou várias  exposições fotográficas sobre temas sociais e culturais, registrando nosso patrimonio material e imaterial, destacando-se os projetos Negros do Espirito Santo; Paneleiras de Goiabeiras; Índios do Mato Grosso; São Pedro do Itabapoana.


Fontes: morrodomoreno.com.br @apartirdocentro

Imagem:@vitornogueira6060


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo